Samba Concorrente nº 5 – Gustavinho Oliveira e Cia

Compositores: Gustavinho Oliveira, Sereno, Danilo Garcia, Serginho Rocco W, João Porto e Lucas Valentim
Intérpretes: Evandro Malandro e Bruno Ribas

Conta a lenda que Tupana emana a beleza do universo
Yurupari guarda a maldade
Monã dualidade, equilíbrio dos inversos
Anhyã-Muasawê, guardiã de todo poder
Dá luz a vida
Condenada pela inveja desmedida
Kahu’ê, Kahu’ê… Inocente curumim
Selou o seu destino sem saber
O fruto proibido foi seu fim

Se o mal prevalecer, a luz há de curar
Se o pranto persistir, o amor vai libertar
Se a vida sucumbir, meu deus vai me ajudar
É vida que ressurge pelo olhar

Waraná
A origem do povo Mawé
Melodia mais bela no ar
Poema é o dom de Sateré
Nos rituais a se perpetuar
Eu sou a luta
Resistência pra vencer a força bruta
Se o bolso fala, a verdade fica muda
O dono da terra jamais se calou e você sabe quem eu sou:
Tijuca, a pedra preciosa do Borel
E clamo o povo a defender nosso vergel
O mais puro e verdadeiro amor

Vai ter gira de caboclo, Aruanda, Juremá
Firma ponto pro erê, Tijuca
No mistério da floresta, cunhatã nos ensinou
Pra ibejada tem guaraná e amor

Menu